segunda-feira, 30 de junho de 2008

Google

Hoje o Google estava assim.

O Sangue dos inocentes....

"O sangue dos inocentes", de Julia Navaro, foi o livro que me acompanhou este fim-de-semana. É um livro grande, com cerca de 600 páginas, e é também um grande livro.

Vou sensivelmente a meio e já muito sangue inocente foi derramando. Estou a gostar mas é impressionante como as personagens aparecem, envelhecem e desaparecem dando lugar a outras... Parece uma história cheia de histórias que certamente terão todas algo em comum.

A acção já se situou em Bilbau, Granada, Roma, Berlim, Israel, Paris, Carcassone, Palestina,... Já passou também do Séc. XIII para 1939, para o fim da segunda guerra mundial e está agora na actualidade.

Um jovem, que apareceu por volta da página 200, é agora velho! Outro, que apareceu por volta da página 100, já morreu, bem como toda a sua família.

O sangue continua a ser derramado! Sangue cristão, judeu, muçulmano... sempre sangue inocente derramando em nome do fanatismo religioso!

O livro promete...

Vou ler mais um pouco,
até amanhã!

sábado, 28 de junho de 2008

Sul...

Daqui a pouco, quando o sol raiar, rumo para Sul.

Dois dias de sol esperam por mim.

Como sei que nem todos podem fazer o mesmo, não vou tecer mais comentários...

Bom sol para uns e...
trabalho para outros!

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Cordas...

ALI

ali já mora gente à noite
ali dormem os dias
ali comem-nos os fins de semana
ali dançam empoladas as roupas nos estendais

ali vêm pôr os animais perdidos
cães e gatos de raça
aves exóticas embrulhadas em trapos
ali anda a publicidade com os mapas
vinda do longe da cidade
no voo de umas quantas motas

ali secam as flores ao jardineiro
contando-as de cuidados
as jornadas de dias anos inteiros

ali não se sonha dorme-se
fica-se de manhã nada se cobra aos dias
dorme-se e anoitece-se dormindo
ou contente com uma carta e medicamentos

ali ainda se ouve a memória
o apelo de uma casa
a fúria do buldozer
batanhando a toda a hora

dali partem dali chegam
familiares muitas vezes
cansados de alegrias
triste se doam a serviços
prestados às burguesias

José Ribeiro Marto
in , o longínquo privar dos dias , 20O5

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Where the Hell is Matt?



Há ideias simples mas boas! Também há ideias complexas e más!
Um jovem resolve viajar pelo mundo e filmar, para recordação, uma dança simples, mas original, nos 17 países que visita.

Monta o vídeo e disponibiliza na Internet. Aparecem patrocinadores e o vídeo de 2008 já foi filmado, ao longo de 14 meses, em 42 países diferentes!

Ok rapaziada vamos lá aproveitar as férias e fazer uns filmes com danças originais. Quem sabe se não há um patrocinador que só espera pelo nosso talento para nos mandar dar uma curva por esse mundo fora.

Ficar mais velho...

Há dias em que sentimos que ficamos mais velhos... 26 de Junho, para mim, é um desses dias.

Ser pai novo foi uma opção. Sonhava poder ainda ir à discoteca com os filhos e, no entanto, ainda espero o convite! É verdade que por enquanto ainda vamos juntos ao cinema, mas troca cada vez mais a minha companhia pela dos amigos (ainda bem) e não tarda nada terá uma ou várias companhias bem mais interessantes para ver filmes.

Amanhã faz 14 anos mas, às vezes, parece ter mais (outras parece ter bem menos).

O tempo passa e cada vez terei menos influência no que ele é ou virá a ser. Dentro de poucos anos, o que eu penso será apenas tido em linha de conta se ele quiser (e pode até nem ser mau de todo).

Gosto que ganhe a sua autonomia. Que discorde de mim, desde que argumente e saiba que, mesmo discordando e tendo argumentos válidos, há assuntos em que, por enquanto, terá que aceitar que sejam à minha maneira.

Depois de hoje escolhermos a prenda de aniversário, uma viola, teve a lata de me dizer:

"Foi cara, mas eu mereço..."

E, desta vez, não pude fazer mais nada que sorrir e pensar: "É convencido mas ,no fundo, tem razão!". Ainda lhe disse que era um grande convencido ao que me respondeu: "Antes convencido que hipócrita!"

No fundo tem razão mas, se calhar, nem sabe porquê. Tem razão simplesmente porque tenho a certeza que, embora argumentando por um modelo mais caro, teria ficado com o mesmo sorriso se lhe dissesse que não podia ser esse o modelo escolhido.

Pelo sim pelo não, compramos também um saco porque não tarda nada terei que gritar: "Mete já a viola no saco, estou farto desse barulho"

Eles crescem... e nós envelhecemos.

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Correntes...


Como tudo o resto, também as correntes envelhecem.
Mesmo sendo muito fortes,
se as deixarmos dentro de água,
por longos períodos de tempo,
vão acabar por enferrujar e quebrar...


Isto fui eu a pensar alto...

Desafio

E vocês o que pensam ao ver a imagem?


Aceitam mais um desafio?

Enviem para o meu mail (jvtorres@gmail.com) as vossas histórias (ou poemas), relacionadas com a foto. Serão publicadas (uma por dia), aqui no ninguém lê(*), a partir da próxima segunda-feira. Sim, não é pelo facto de ninguém ler que vamos deixar de escrever aqui!


(*) como se isso fosse um prémio!

domingo, 22 de junho de 2008

Mais uma rosa

Bom domingo.

sábado, 21 de junho de 2008

Verão...

Hoje o Google está assim!


Mais que do Verão, como a Cristina, eu gosto de alternar entre frio e calor.
Gosto do frio do Inverno (ou melhor, de poder gozar o calor da lareira) mas, gosto também do calor do Verão (ou o ar fresco do mar).
Adoro a Primavera e, às vezes, tenho saudade do Outono que, segundo Woody Allen, deve ser lindo em NY.,

Uma rosa

Bom fim-de-semana e...
início de Verão.

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Praia do Rosairinho, Moita



Casamento à esquerda...

Quando ontem cheguei aos primeiros semáforos à entrada de Setúbal, vi uma seta, em contraplacado, que apontava para a esquerda e dizia "Casamento" numa caligrafia que conseguia ser pior que a minha.

Não pude deixar de me questionar...

Quantas pessoas terão sido convidadas?

Se o casamento é tão grande que justifica uma placa naquele local, não podiam ter arranjado uma placa melhor?

Virei à esquerda, como sempre (não por ter sido convidado), mas não vi mais nenhuma indicação. Deve haver uns quantos convidados perdidos por Setúbal ainda hoje.

Para os noivos votos de felicidade e a convicção de que, mesmo que alguns convidados não tenham conseguido chegar, esta não depende do número de convidados presentes na cerimónia!

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Orsai

Há pessoas que conseguem escrever boas histórias e inventar personagens interessantes. Há pessoas que fazem isso bem e há outras ainda que o fazem muito, muito bem.

Hernán Casciari, um Argentino que vive em Barcelona, está no último grupo, na minha opinião. Tem um blogue, totalmente atípico, onde costumava escrever muito mas... poucas vezes!

Digo atípico porque não escreve todos os dias textos pequenos sobre banalidades ou sobre actualidades mas antes verdadeiras histórias onde, muitas vezes, encarna uma das personagens.

Parece haver um concurso para conseguir ser o primeiro a comentar cada história sua. Bom, escusado será dizer que, invariavelmente, os primeiros comentadores comentam antes de ler. Há ainda quem aproveite e copie as suas ideias.

Agora, devido a uma crónica semanal que escreve num jornal, Hernán publica também no blogue uma história por semana (normalmente às terça-feiras). A de ontem, que publicou apenas hoje, intitula-se "El uno para el otro". Escrita com muito humor, como sempre, aborda temas bem actuais do relacionamento entre as pessoas e o papel das tecnologias.

Uma vez que a notícia foi publicada por volta da hora de almoço, não estarão certamente entre os primeiros 100 a comentar, se o fizerem a esta hora. No entanto, se não se importam de ler em castelhano passem por lá, pode ser que gostem tanto das suas histórias como eu.

Por falar em blogues interessantes, ontem, indicaram-me dois que começarei a seguir: Obvious e Bitaites .

In My Secret Life, Leonard Cohen

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Rotterdam, Léo Ferré

A alegria de dar...

Ontem fomos ver "O sexo e a cidade". Tratando-se de uma comédia, a roçar o romântico, estranhei a facilidade com que o convenci a vir ver o filme comigo! O título deve ter tido alguma influência.

Nunca fui um seguidor atento da série - vi apenas dois ou três episódios - mas gostei do filme.

Um filme que, como a série, nos fala de amizades e cumplicidades entre quatro mulheres. Mas, para além das amizades mais sólidas e evidentes, gostei particularmente de ver retratada a que nasce no próprio filme entre uma das personagens principais e uma jovem que contrata para sua assistente. Ao fim de pouco tempo são amigas e, no primeiro Natal, trocam prendas entre si de um modo quase espontâneo. É nessa troca de prendas que vejo transposto no grande plano a "alegria de dar " sobreposta à "alegria de receber"... Essa alegria de dar é mais que generosidade. Não é uma alegria de alguém que dá uma esmola, mas antes a alegria de quem se sente feliz ao ver os outros felizes sem esperar mais nada em troca. Tive o privilégio de ter uma mãe que entre muitas outras qualidades tinha também essa. Tenho a certeza que outros membros da família (a Clo, certamente) herdaram essa característica. Gosto de sentir nos outros essa alegria de dar (e acreditem que não é apenas por ser eu a receber as prendas!) e, além do filme, tenho o privilégio de a sentir muitas vezes.

Senti, com algum orgulho confesso, essa alegria na I. quando me acordou, no dia 13, para me dar a prenda de aniversário... Tive a mesma sensação, há bem pouco tempo, quando me deram um disco... Foi talvez por isso que gostei de ver um filme onde, além de retratarem a alegria de se dar, retrataram também e simplesmente "a alegria de dar"!

domingo, 15 de junho de 2008

No rescaldo de dia 13...

Ainda no rescaldo de dia 13 chegam-me palavras amigas de amigas que gostaria de guardar para sempre perto de mim! De amigas que, tenho a certeza, guardarei por muito tempo perto de mim, mesmo que quilómetros nos separem e que as visitas se tornem menos frequentes.

Chegam-me também imagens, captadas por alguém que sabe que tem a sorte de ver o que os meus olhos gostariam de ver... De alguém que tem a generosidade de captar imagens para me oferecer. Talvez este verão nos encontremos por lá!

Muito obrigado!

Chocolate...

Bom Domingo

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Uma manhã diferente...

Há muitos modos de acordar.
Hoje, acordei da melhor maneira possível em dia de aniversário.
A I., de 8 anos, veio dar-me os parabéns e entregar a prenda que tinha comprado para mim na feira de artesanato da escola.
Uma linda tigela embrulhada em papel de cor com fitas personalizadas por ela!

O A. já tinha dado os parabéns, ainda antes de se deitar (já depois da meia noite), fazendo questão de ser o primeiro...

Quando abri o mail dei por mais umas mensagens de amigos(as), uma prenda muito especial, carregada de poeira, que tive que soprar com muita força e uma dedicatória, com sons do Aznavour, também muito especial.

Vou tentar seguir à risca os conselhos de uma das mensagens que dizia:
"Penso que tens todos os motivos para ser feliz. Portanto, sê feliz!"

...mesmo sabendo que é fácil pensar acerca das possibilidades de outros serem felizes e saber que as coisas não são sempre tão lineares como parecem!

quinta-feira, 12 de junho de 2008

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Google

O Google já esteve assim!
Eu não vi, mas o dono do Vizir viu e publicou...

Clarisse!

Hoje recebi duas mensagens da Clarisse.
Parece que me queria mandar umas fotos (com algum atraso) do dia dos namorados:

" foi o dia dos namorados mais perfeito to mandando as nossas fotos do motel, não esquece de deletar depois de Ver...te amooooooooooooooooooo"

Pelo tom ("to mandando...) parece que a Clarisse é brasileira... Quanto ao dia de que fala, não deve ter sido grande coisa porque não me lembro de nada...

No mail vinham ainda as ligações para as fotos que tinham nomes tão sugestivos como:

na piscina.jpeg (92,1 KB), na quartinho.jpeg (54,1 KB), no banho.jpeg (78,1 KB), na sauna.jpeg (38,1 KB), na cadeira.jpeg...

Desconfio que as ligações não mostravam foto nenhuma e, desconfio também, que esta Clarisse tenha muitos namorados por esse mundo fora....

Se também receber, já sabe, faça como eu: resista à tentação de fazer click sobre as hiperligações!

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Google

Hoje o Google estava assimEspero que Velázquez não se importe!

terça-feira, 3 de junho de 2008

Trás-os-Montes

Et dans 150 ans..., Raphael

domingo, 1 de junho de 2008

Sorria... sempre!


Imagem gamada aqui!

Cine-Teatro S. João - Palmela

Ontem, fui ver um espectáculo de dança.
Um espectáculo especial...
Havia alguns passos menos certos, mas....
Havia sobretudo muitos sorrisos
e crianças felizes, por serem, por um dia, artistas de palmo e meio.

Bom domingo