quarta-feira, 18 de junho de 2008

Orsai

Há pessoas que conseguem escrever boas histórias e inventar personagens interessantes. Há pessoas que fazem isso bem e há outras ainda que o fazem muito, muito bem.

Hernán Casciari, um Argentino que vive em Barcelona, está no último grupo, na minha opinião. Tem um blogue, totalmente atípico, onde costumava escrever muito mas... poucas vezes!

Digo atípico porque não escreve todos os dias textos pequenos sobre banalidades ou sobre actualidades mas antes verdadeiras histórias onde, muitas vezes, encarna uma das personagens.

Parece haver um concurso para conseguir ser o primeiro a comentar cada história sua. Bom, escusado será dizer que, invariavelmente, os primeiros comentadores comentam antes de ler. Há ainda quem aproveite e copie as suas ideias.

Agora, devido a uma crónica semanal que escreve num jornal, Hernán publica também no blogue uma história por semana (normalmente às terça-feiras). A de ontem, que publicou apenas hoje, intitula-se "El uno para el otro". Escrita com muito humor, como sempre, aborda temas bem actuais do relacionamento entre as pessoas e o papel das tecnologias.

Uma vez que a notícia foi publicada por volta da hora de almoço, não estarão certamente entre os primeiros 100 a comentar, se o fizerem a esta hora. No entanto, se não se importam de ler em castelhano passem por lá, pode ser que gostem tanto das suas histórias como eu.

Por falar em blogues interessantes, ontem, indicaram-me dois que começarei a seguir: Obvious e Bitaites .

3 comentários:

Anónimo disse...

Absolutamente A Visitar A Ler ___ Lições DE Vida_________ como gostei de ler aquele encontro e aquela reflexão sobre comer .... e anda-se tanta vez , a pensar em coisas miúdas. Golo João, mas seu!!!
Abraço
José Ribeiro Marto

JvT disse...

Olá José,

Ainda bem que também gostou!

Abraço
João

deep disse...

Já dei uma vista de olhos ao primeiro, mas hei-de voltar e ler alguns textos com mais atenção. O Bitaites já conhecia. Aliás, durante algum tempo fui leitora assídua. Falta-me o Obvious, que não deve ser tão "obvious assim!

Obrigada pelas sugestões. :)