terça-feira, 16 de setembro de 2008

O caderno de Saramago

Todos os dias nascem novos blogues. Ontem foi o dia de nascer o dele. Embora desconfie que é um blogue completamente diferente deste, porque será certamente um lido por muita gente, fica a sensação de que Saramago se juntou cá ao grupo dos que têm um cantinho algures na Internet para escrever desabafos.

Não deixa de ser estranho ter ouvido contar, há bem pouco tempo, que Saramago terá dito que jamais escreveria sem ser à mão. Depois passou a só escrever numa máquina e, agora, desconfio que utilize um computador para o fazer.

Bem-vindo Saramago!
Passarei por lá... de vez em quando!


"Disseram-me que reservaram para mim um espaço no blog e que devo escrever para ele, o que for, comentários, reflexões, simples opiniões sobre isto e aquilo, enfim, o que vier a talhe de foice. Muito mais disciplinado do que frequentemente pareço, respondi-lhes que sim, senhor, que o faria desde que não me fosse exigida para este Caderno a assiduidade que a mim mesmo havia imposto nos outros. Portanto, pelo que isso possa valer, contem comigo."

José Saramago in O caderno de Saramago

Ps. Não precisas de retribuir o link!

4 comentários:

vaandando disse...

Escrevo aqui tudo , o que quis escrever e não pude e posso , porque a caixa de comentários não abre sempre que quero.... por isso vou abrir um blogue que se vai chamar o blogue que não abre caixa de comentários ....

Perdi o filme sobre a obra de GG Marques, mas ao livro hei-de voltar de novo quanto mais não seja para voltar a cozinhar bringelas , que sei fazer de várias formas....

As fotografias são excelentes quer a da rosa quer a da porta, o habitual sempre a surpreender ....
E muito mais havia a dizer , mas temo que isto vá a baixo como tem vindo a acontecer uns dias a esta parte !

Comum abraço_____________
Zé Marto

Anónimo disse...

Como? ninguém lê?! Eu li e gostei, só agora comecei, mas vou continuar. Parece-me interessante.
Diferente. Aprecio coisas diferentes e boas.
Zilda Cardoso

Anónimo disse...

Em pesquisa sobre Saramago te encontrei e li o seu texto. Que é bem interessante.

Elizângela Kotz

Anónimo disse...

Só agora vi este comentário, Elizângela. O m/blog é O fio de Ariadne. Gostava de ter comentários teus.
zilda cardoso