quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Saltarei, seguirei, pularei…

Saltarei, seguirei, pularei…

Girafa Cor de Rosa - XM - Girafa Cor de Rosa

Será apenas um caminho…uma linha a seguir?
Sendo ou não, saltarei, seguirei essa linha,

Saltitando de saliência em saliência, pedra em pedra, obstáculo em obstáculo.
E no fim? Estará um pote de ouro, como quando existe um arco-íris? Talvez…tentarei, seguirei, saltarei!

Será que são os seixos que fizeram ricochete quando, em criança, os atirei aos ribeiros?
Será que mergulharam, estagnaram, engordaram e com o passar dos anos tornaram-se redondinhos?

Saltos, saltinhos, pulos, pulinhos.
Passos, passinhos.

Seguindo em frente, enlaçando a felicidade.
Macias as saliências, roliças, lisas, ou talvez já com algumas rugosidades, mas desgastadas com o tempo.

Ou elas é que o desgastam – ao tempo? Talvez a vida - desgasta o tempo, as saliências, mas não as rochas duras e casmurras.
E se for no asfalto? O que estará a emergir? Serão sonhos que resistem e insistem em surgir?
Não interessa, seja o que for, saltarei, seguirei, pulando obstáculos, tocando a felicidade!

Girafa Cor de Rosa




Ps. Mais um belo texto de uma amiga que não tenho
ainda o prazer de conhecer pessoalmente.
Muito obrigado!

4 comentários:

vaandando disse...

um poema bonito da elegante girafa cor de rosa, que de salto em salto de pulo em pulo ganhou a aposta esférica...
parabéns!
abraço
______________ José Ribeiro Marto

CCF disse...

:) De pulinho em pulinho...se chega.
~CC~

deep disse...

Impossível saltar este texto... antes segui-lo, linha a linha, palavra a palavra... Parabéns! :)

Pulo, agora, para o texto anterior que ainda não li. :)

Girafa cor de rosa disse...

xiiii...tantos elogios:-))! O meu texto é uma gotinha ao pé dos vossos!! Já viram quantos diferentes e igualmente belos aqui foram surgindo?! Obrigada por este desafio(difícil) e pelas vossas partilhas!