quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Parque das estátuas...

Há recordações boas e recordações más, mas todos temos recordações...

Os húngaros tinham grandes estátuas, do tempo da ditadura comunista, que não queriam continuar a ver todos os dias espalhadas pela cidade.

Em vez de as derreter, levaram-nas para um parque a alguns quilómetros de Budapeste.

E nós, o que fazemos com as recordações dos bons e dos maus momentos?

2 comentários:

Maria disse...

nós temos relvados onde 'prantamos' as visões do passado e montes de fundações onde guardamos os guardanapos de papel que algum ditador rabiscou, num momento de simplicidade; parqueamos as coisas à medida das nossas circunstâncias e, assim, somos iguais aos outros...

JvT disse...

Olá Maria,

Não me referia a nós enquanto nação ou povo, apenas pensei nas nossas recordações enquanto indivíduos.

Mas penso que, enquanto povo, devemos preservar algumas das coisas que nos ajudem a relembrar o que de bom e de mau nos vai acontecendo, mesmo que seja apenas para que as gerações futuras não cometam os mesmos erros.