quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Amigos virtuais


Não gosto da expressão "amigo virtual". Um amigo, ou mesmo uma amizade não pode ser virtual! Normalmente designamos por amigos virtuais ou amizades virtuais aquelas que mantemos com pessoas que não conhecemos pessoalmente ou com quem comunicamos essencialmente pela Internet. No entanto, penso que podemos nunca ter visto, cheirado ou tocado alguém e, mesmo assim, essa pessoa ser verdadeiramente nossa amiga.

Acredito que, quem escreve uma carta como esta, para alguém que não conhece pessoalmente, não é amiga virtual dessa pessoa nem de mais ninguém. É apenas amiga. Uma amiga "a toda prova, para o que der e vier" e, apesar dos Kms que a separam do destinatário da carta, é a "Amiga sempre presente, nas quatro estações", que todos gostariam de ter um dia!

Penso que a palavra amigo diz tudo! O virtual é apenas um apêndice dispensável. Há outras formas para designar as pessoas que nos rodeiam sem chegarem ao estatuto de amigo: conhecido, colega, vizinho, parente, companheiro de escola, etc. Quando são amigos não importa a distância a que se encontram ou o canal utilizado para com eles partilharmos palavras, ideias e afectos. Também não importa a razão pela qual se aproximaram de nós ao ponto de terem o direito a que os designemos por amigo/a. Podem ter vindo do mundo virtual, do local de trabalho, alugado o andar ao lado do nosso, terem partilhado as cadeiras da escola ou mesmo nascido na nossa família! Serão sempre e apenas amigos(as).

Mas.... é tão bom ouvir, ser ouvido, sentir, cheirar e até encostar a cabeça no ombro de um/a amigo/a que nem sei porque escrevo isto e... e só publico porque sei que aqui ninguém lê!

Ps. Adorei a carta da Vela e o blogue que tem quase o nome de um livro que também nos fala do que pode ser a amizade.

2 comentários:

prof.essa disse...

Ah! Já ganhou mais uma leitora. Afinal sempre há quem leia. Estava eu no meio de um trabalho chatérrimo do mestrado, quando decidi fazer um intervalo e andar por aí lendo o que se escreve. Lembrei-me do blog que ninguém lê e que eu ainda não conhecia. Pois é, só no Brasil há muitos com este nome, e chegar aqui não foi fácil, por isso, vou aproveitar para ler e descobrir outros blogs que estão «ligados» ao seu.
Carolina

JvT disse...

Olá Carolina.

Seja muito bem-vinda.

Um bom resto de Domingo.
João