domingo, 30 de dezembro de 2007

Gente de T-o-M

- Posso tirar uma foto ao seu barco?
- Claro, por que não?


- Apanhou muito peixe?
- Quase nada, uns 6 kg para uma encomenda... nem dá para o frio!
- A como o vende?
- 2 euros...
- Posso-lhe tirar uma foto também?
- Claro, por que não havia de poder?

Gente simples e que um simples olhar nos diz ser boa. Encontrei-o, ontem, nas margens do rio Sabor onde costuma pescar.

5 comentários:

Sandra Rocha disse...

Somos talvez a região que mais sofre mas no entanto as mais felizes, simples, e porquê? Porque vivemos no paraíso.

(Vens à terra e não dizes nada, qualquer dia chateio-me contigo).

Um bom domingo.

JvT disse...

Olá Sandra...

Foi uma visita muito de fugida... nem fui a Alfândega!

Um abraço e um BOM 2008.

Sandra Rocha disse...

Ok então estás perdoado.

Beijos para todos e votos renovados de um 2008 muito feliz.

CristinaGS disse...

Passaste das janelas aos rostos, outras janelas. Gostei. Muito. Bjs

Anónimo disse...

andamos sempre á espera de olhar para de um segundo de libertação... Comovente, mas eu sou sempre tocado assim, por surpresas que trazem olhares... grandes fotografias joão ,grandes.... O Barco E O Homem... cordialmente